O Pavilhão

O grupo Pavilhão da Magnólia com 14 anos de trajetória, é hoje um dos principais grupos de teatro do estado do Ceará, com um trabalho continuado e que articula pesquisas e pluralidade em seus espetáculos, compondo um repertório variado. Tendo trabalhado desde 2015, com encenadores como Hector Briones (CE-CHI) Baldio e Urubus, Miguel Vellinho (RJ) Ogroleto, e Herê Aquino (CE) com Maquinista.

O Grupo também desenvolve diversos projetos que pensam a ocupação da cidade com arte e cultura, como, as já realizadas e importantes Ocupações do Teatro Universitário da UFC e do Teatro Carlos Câmara da Secultce. Em parceria com o grupo Garajal realizou três edições do Festival Nacional de Teatro de Rua do Ceará. Co-criador do espaço Cena Casarão, onde realizou a ocupação da Praça José Bonifácio no centro da cidade com o projeto Todxs na Praça.

Desde 2011 desenvolve e articula o Encontro de Realizadores de Teatro Infantil de Fortaleza.

Idealizador e grupo integrante da Casa Absurda, mais novo espaço de cultura da cidade de Fortaleza, em parceria com a Cia Prisma de Artes.

"em todos esses edifícios viviam os membros da corte da imperatriz Criança, os camareiros e criados, as feiticeiras e os astrólogos, os mágicos e os bobos, os mensageiros, os cozinheiros e os acrobatas, os equilibristas e os contadores de história, os arautos,  jardineiros, guardas, alfaiates, sapateiros e alquimistas. E lá em cima, na ponta mais alta da poderosa torre morava a Imperatriz Criança, em um pavilhão que tinha a forma de um botão de magnólia." MICHEL ENDE